Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

na rua dos meus sentidos

na rua dos meus sentidos

18
Fev14

A falta de amor não nos cansa

naruadosmeussentidos

 

o amor sim, não a falta dele, as vezes que me vi a amar demais foram sempre as mais cansativas, as mais desgastantes, porque foram as mais vividas, principalmente aquelas em que me vi amar demais algo que sabia que nunca seria meu por inteiro, um amor condenado à nascença, não que não fosse amor, foi, apenas o foi na hora errada, segundo por eu saber que merecia mais. E nós sabemos, sabemos sempre, por vezes acomodamo-nos por outras temos fé e achamos que sim, que mais vale continuar só do que com menos do que sabemos que merecemos ter.

este amor que nós tivemos, quando ele me dissesse que sim, eu dir-lhe-ia que não, porque no fundo sabia que merecia mais. No entanto, não deixei de viver o que tinha a viver, prefiro errar, do que um eterno se.

Por isso Ana, como comecei por dizer não é a falta de amor que nos deixa sem forças, é sim o amarmos demais.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D