Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

na rua dos meus sentidos

na rua dos meus sentidos

29
Jul14

O improvável: a Segurança Social fazer-nos sorrir

naruadosmeussentidos

Quando abres a caixa do correio, não são as contas que te aterrorizam, o que te faz ficar em pânico são as cartas das finanças e da Segurança Social, não porque lhes devas nada, apenas e só porque para ti são como grandes incógnitas e de onde se pode esperar grandes surpresas quase nunca agradáveis. A água, a luz, o gás, tu podes sempre fazer as leituras e as contagens, há os contadores e os leitores. Quanto às finanças e à Segurança Social o que há é uma grande confusão em que raras são as vezes que te entendes, e por isso o teu terror quando te brindam com notícias. Hoje foi um desses dias, e mesmo que te estivessem a dar dinheiro, tu cautelosa, por causa disto e por experiência uma experiência muito própria franzes o sobrolho e desconfias que estes são bem meninos para se enganarem e daqui um ano estarem a pedir-te o dinheiro e com juros e ainda te levarem presa por um erro deles.

 

Mas não, parece que foi isto.

 

PS: Há um ano atrás vi-me na situação de desempregada, no mesmo dia decidi começar um projecto meu e pedir a totalidade do subsidio para iniciar o mesmo, o centro de emprego foi espectacular e tudo foi tratado com celeridade, o que emperrou foi a SS que mediante um pedido de uma declaração em como não tinha dívidas inventou-me uma de 1500 euros, no mesmo momento que ma inventou a funcionária que ma comunicou comunicou logo de seguida que a mesma era um erro deles, e que eu não devia nada, o que eu já sabia, mas e a declaração perguntava eu, que sem a mesma não poderia dar andamento ao processo, ah e tal demora 2 semanas. Eu não tinha 2 semanas para esperar, e propus.me a pagar a suposta dívida só para levar logo a declaração comigo, pensando eu que depois haveria direito a reembolso. A funcionária aconselhou-me de forma veemente a não o fazer porque segundo a mesma nunca voltaria a ver o dinheiro, eu a quem me custa ganhá-lo assenti mas perguntei mas têm a certeza que daqui a 2 semanas recebo a declaração correcta, resposta afirmativa. Mas pois que não, passadas 2 semanas recebo a dita declaração mas errada e com os mesmos 1500 euros em dívida. Nova ida à SS, reclamação, e um prazo de 1 mês para resposta à mesma. Resposta essa que até hoje estou à espera. Não fosse o centro de emprego me ter aceite o projecto com a explicação para o facto de não ter entregue a declaração, ainda hoje este mesmo projecto que há quase um ano hoje é o meu sustento e de mais três pessoas estaria em standby.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D