Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

na rua dos meus sentidos

na rua dos meus sentidos

25
Ago14

3 semanas que pareceram 3 anos

naruadosmeussentidos

A vida resolve-se. Esta frase ressoa-me vezes sem conta na cabeça como um mantra. Se fosse há uns anos atrás eu diria que nós resolvemos a vida, que fazemos por ela, e eu fiz muito pela minha, mas com os anos chegou-me e ainda me chega a serenidade, a resignação, esta boa, de que estar sempre a lutar, lutar, lutar como se não houvesse amanhã, é inglório, e burro, e porquê, porque a vida de facto resolve-se sozinha. Saber parar, esperar, flutuar é preciso. E eu precisava destas 3 semanas, sem objectivos, sem horários, pelo menos não aqueles de 11 meses do ano. Vestir outras roupas, apanhar outros ares, andar sempre de um lado para o outro, apanhar outra cor, ver, olhar, observar, ter tempo para isso, adormecer as vezes que o sono quiser sem remorsos, correr em vez de andar. E apesar de tudo estar a acontecer ao mesmo tempo, de a vida não parar e estar a ser dificil, saber separar porque há tempo para tudo até para sofrer por antecipação um fim que se crê breve. Mas por ora, decidimos ser egoístas e alternar os momentos para os outros e os momentos para nós, rio, praia, praia, rio, dormir, correr, comer e até rezar. Ter tempo para cuidar de nós mesmo estando encarregues de cuidar de outros. Tudo teve espaço na minha vida estas semanas. As férias acabaram, mas a vida fez-se fazendo.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D